terça-feira, 11 de setembro de 2012

Brincadeiras indígenas tradicionais


Brincadeiras do Sudeste: Peteca

Ana Ligia Scachetti (novaescola@atleitor.com.br) Colaboraram Caroline Ferreira e Fernanda Salla
Fonte: Revista Nova Escola
Peteca. Foto Danny Yin. Ilustrações Anna Cunha
Como brincar Formar uma roda com pelo menos três integrantes. Quem vai começar segura a peteca com uma mão e bate nela de baixo para cima com a outra, lançando-a para um dos outros. Ao receber o brinquedo, essa criança o rebate, passando adiante. Quando alguém deixa a peteca cair, sai da brincadeira. Também é possível brincar sozinho, jogando a peteca para cima o máximo que conseguir.

Variações Há diversos outros tipos de peteca, entre elas aquela utilizada no jogo de badminton, que integra a Olimpíada.
Peteca. Foto Danny Yin. Ilustrações Anna Cunha
Receita da peteca

Ingrediente Palha de uma espiga de milho.

Modo de fazer Retire a palha da espiga, evitando rasgá-la. Dobre a primeira folha, enrolando-a até formar um quadrado de mais ou menos 4 centímetros de lado. Esta será a base da peteca, que deve ser envolvida com as demais. Repita esse embrulho até chegar ao tamanho desejado. Deixe as extremidades soltas para cima, formando as "penas" da peteca. Por fim, tire um pedaço mais fino da palha que sobrou, formando uma tira. Com ela, amarre o brinquedo, unindo a parte das folhas que estão soltas. Agora é só jogar!

Histórico Na aldeia Krukutu, quem ensina as crianças a fazer a peteca (mangá, em guarani) é Maria Paulina, 47 anos. Ela veio a pé do Paraná com os pais na época da fundação da aldeia e trouxe de lá essa tradição indígena.







← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário